Livro: O Sábado e o Domingo nos Primeiros Três Séculos (John N. Andrews)

Código: SDPTS Marca:
R$ 25,00
até 3x de R$ 8,33 sem juros
Adicionar Estoque: Disponível
    • 1x de R$ 25,00 sem juros
    • 2x de R$ 12,50 sem juros
    • 3x de R$ 8,34 sem juros
  • R$ 25,00 Pix
  • R$ 25,00 Boleto Bancário
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

J. N. Andrews apresenta o testemunho completo dos chamados pais antenicenos (os quais viveram antes do Concílio de Niceia em 325 d.C.), com evidências incontestáveis de que a mudança do dia de guarda não partiu de Cristo nem dos apóstolos, mas dos próprios pais, tendo sido promovida gradativamente, até que o mundo inteiro passou a seguir este mandamento de homens.

O dia de repouso, o sábado, foi estabelecido por Deus na semana da criação e reafirmado no monte Sinai. Contudo, a maioria dos cristãos de hoje guarda o domingo. Como aconteceu a mudança do sétimo para o primeiro dia da semana? E quem fez essa mudança?

Para responder a essas perguntas, muitos recorrem aos antigos “pais” da igreja cristã em busca de evidências que justifiquem tal mudança.

J. N. Andrews apresenta o testemunho completo dos chamados pais antenicenos (os quais viveram antes do Concílio de Niceia em 325 d.C.), com evidências incontestáveis de que a mudança do dia de guarda não partiu de Cristo nem dos apóstolos, mas dos próprios pais, tendo sido promovida gradativamente, até que o mundo inteiro passou a seguir este mandamento de homens.

O processo dessa mudança está profundamente documentado neste livro. Ao lê-lo, você perceberá a razão pela qual os Romanistas reivindicam a guarda dominical como uma marca de sua autoridade. Contudo, a Palavra de Deus é clara: “Mais importa obedecer a Deus do que aos homens” Atos 5:29.

Produtos relacionados

R$ 25,00
até 3x de R$ 8,33 sem juros
Adicionar Estoque: Disponível
Pague com
  • Pagali
  • Pix
Selos
  • Site Seguro

Instituto Adventista de Ensino - CNPJ: 43.586.056/0014-05 © Todos os direitos reservados. 2022